05/09/2018

Que dizem os astros? Nada!

E, no entanto, há milênios, a humanidade olha para o alto e se encanta com inúmeros corpos celestes! 

E quando canta, o que vê, ouve, sente e pensa o que está acima dela, é de si mesma que fala! 

E fala criando deuses e deusas e quase deuses e deusas e homens e mulheres e animais e plantas e outros seres em narrativas fantásticas versando sonhos e desilusões, alegrias e tristezas, prazeres e dores, vidas e transmutações… 

E não satisfeita, inventa conceitos, traços e fórmulas na busca incessante de explicar-se para si mesma.

Mergulhar nessas “águas”, portanto, pode ser muito mais do que refrescar, aquecer ou congelar o corpo. Pode promover algo incrível... Afinal, como diz o poeta, “há mais coisas entre o céu e na terra do que sonha a nossa vã filosofia".

Neste encontro, vamos tecer considerações sobre as qualidades primitivas e os elementos, os signos e os planetas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário