15/11/2019

AnarcoGênero – Diálogos por uma descolonização do Feminismo

Quais corpos cabem no Feminismo? E de que Feminismo falamos quando respondemos a pergunta? O encontro busca cartografar o diálogo entre o movimento Feminista e as múltiplas expressões e identidades de gênero a partir de uma investigação dos Feminismos descoloniais de Abya Ayala. 

Nos últimos anos, os chamados movimentos identitários (Feminista, Negro, Indígena, LGBTQI) tiveram - em diferentes proporções – suas pautas amplamente disseminadas pelas redes sociais. A macropolítica tem se mostrado hostil a essas agendas, não só pelo atual contexto político, mas também por sua estrutura fundadora. 

Nesse sentido, a micropolítica se apresentada como um território onde a potência fértil e libertária desses movimentos pode emergir. 

Apresentação das matrizes teóricas e práticas de dois movimentos: o Feminismo Comunitário de Abya Ayala e a Escola de Abya Ayala para que as pessoas participantes e as facilitadoras possam dialogar sobre essa potência e as possíveis brechas coletivas de atuação. Como suporte, as facilitadoras ainda trarão outros referenciais históricos e experiências de pesquisa-ação-luta que acharem pertinente. Com Lívia Ascava e Helena Silvestre.



Acesse a página do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário